29ago

Uma imagem pode, sim, dizer mais do que mil palavras. E só falar com a gente.

Desde o início da história da linguagem, a imagem é peça-chave na transmissão de ideias e na expressão humana. As primeiras fontes históricas que nos permitem saber como viviam nossos antepassados eram pinturas nas paredes de cavernas, que mostravam o dia a dia do homem, seus hábitos de caça, suas crenças e rituais.

Com a invenção da fala e da palavra escrita, o homem encontrou novas formas de se expressar, mas a imagem permaneceu como um dos principais artifícios de representação do mundo real. Muito além da situação que uma obra retrata, ela diz muito também sobre a época, as ferramentas utilizadas, os costumes e o estilo de uma civilização. Assim como a palavra, a imagem tem o seu jeito próprio de contar uma história. É um espelho da realidade.

Ilustração 3D para anúncio publicitário - Agência Elétrica

 

Uma boa imagem é aquela que fala por si. Pode vir acompanhada de um texto, de uma locução ou uma trilha sonora, e os complementa. Não é redundante, não repete o que diz respeito às outras mídias. Um anúncio publicitário, por exemplo, só é eficiente se palavra e imagem se unirem para transmitir um conceito, e não se tornarem dois meios de dizer a mesma coisa.

Na fotografia, este papel é ainda mais forte. Ela deve cumprir sua função de meio de comunicação utilizando apenas o plano visual. A técnica, indispensável na hora de capturar aquele momento, de nada vale se aquele frame não contar uma história, não trouxer por trás dele um conceito.

Fotografia manipulada digitalmente.

 

Este é o negócio da Abruzzo. Nós não “tiramos fotos”, contamos histórias.

Confira no próximo post um case especial, com todo o passo a passo até a finalização da peça publicitária.

Publicado em: Institucional
Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
19ago

Já parou pra pensar como seria sua vida sem a fotografia?

Quem já não ouviu em algum lugar a frase: Imagem é tudo! E é mesmo, vivemos num mundo globalizado e, mais do que isso, midiatizado, onde as imagens têm lugar de destaque. Hoje, no Dia Mundial da Fotografia, o Estúdio Abruzzo lembra que a foto é algo que está presente em quase todos os momentos de nossas vidas, seja para expor, divulgar, vender ou simplesmente recordar.

Mas, assim como o Estúdio Abruzzo, a história da fotografia também tem muitos capítulos, e uma trajetória marcada por evoluções. A primeira fotografia no mundo foi tirada em 1826, pelo francês Joseph Niéphore Niepce e encontra-se preservada até hoje. E ela não é a obra final de um único criador. Ao  longo da história, diversas pessoas foram agregando conceitos e processos que deram origem à fotografia como a conhecemos.

Point de vue du Gras - Primeira fotografia feita por Niépce em 1826

O Estúdio Abruzzo também tem sua história de desenvolvimento dentro da fotografia. Começou nos anos 80, no auge das cores fortes, das mangas bufantes e das polainas. De lá para cá foi crescendo, absorvendo conhecimento, agregando profissionais qualificados e clientes de grande expressão, sempre em busca de imagens perfeitas.  Hoje a fotografia pode ser produzida,  alterada, transformada, manipulada e divulgada com uma velocidade muito grande, e o Estúdio Abruzzo está preparado para essa evolução, porque cresce junto e acompanha as tendências que o mercado exige.

Produção fotográfica com a modelo internacional Cristina Canhos

Com muita criatividade e domínio de técnicas de iluminação, composição, produção fotográfica e a fusão com ilustração 3D, o Estúdio Abruzzo é hoje um especialista em imagens atendendo campanhas publicitárias de todo o Brasil.  A fotografia em si é silenciosa, mas quando divulgada provoca e conduz a uma infinidade de discursos em torno dela, principalmente quando falamos em fotografia publicitária e vivendo na era da mídia digital. O Estúdio Abruzzo sabe disso e acompanha essa evolução infinita.

Produção fotográfica em estúdio para O Boticário

Publicado em: Institucional
Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
15ago

Imagem real e virtual. O que isso quer dizer?

O mundo da fotografia, da publicidade, da internet e das imagens não é mais o mesmo e já faz algum tempo. O que é muito bom, pois nos desafia a evoluir. Hoje vemos em revistas, catálogos, embalagens, mídia exterior, sites, na moda e na arquitetura, além de outros espaços, imagens tão perfeitas que apenas profissionais experientes conseguiriam dizer se são reais ou virtuais, ilustradas em 3D ou manipuladas digitalmente.

O Estúdio Abruzzo é especialista em todo o tipo de imagem, real ou virtual. E este também é o mais novo posicionamento da empresa, que acompanha o redesenho marca, recém-lançada. Esta nova assinatura transmite, antes de tudo, a possibilidade de ir além das imagens técnicas, de superar todos os limites em busca de imagens sem limites. Como foi citado no post sobre a marca, vírgula é continuidade. É deixar todas as portas abertas para a imaginação e para o que possa vir de lá. Afinal, quando uma ideia é concluída, logo vêm as outras.

ABRUZZO,

SUA IMAGINAÇÃO SEM LIMITE.

 

Malha da imagem modelada em 3D

Resultado final.

Vivemos na era da comunicação por imagens. Reais, virtuais e até mesmo imagens de marcas. Esta não é uma constatação nossa. Mas um fato, objeto de muitos estudos e teorias. Hoje somos todos consumidores de imagens e do poder que estas têm de transmitir mensagens e influenciar comportamentos. Na televisão, na publicidade, no cinema, na fotografia. Tudo são imagens, às quais temos, diariamente, que utilizar, decifrar ou interpretar. É um universo intenso e repleto de olhares interessantes. E você, o que pensa sobre isso?

 

Malha do ambiente arquitetônico modelado em 3D

Resultado final

Veja mais clicando em "portfólio" no topo da página.

Publicado em: Institucional
Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
8ago

Abruzzo Revolux e Abruzzo Fotografia. Agora é tudo uma empresa só: o Estúdio Abruzzo.

A história do Estúdio Abruzzo tem muitos capítulos. Há quase 20 anos, a empresa nasceu, depois cresceu, incorporou talentos, ganhou departamentos. Da fotografia veio a manipulação de imagem, o 3D, a ilustração e a animação. E assim como ocorre em muitas organizações, a empresa chegou a um momento de repensar toda a estrutura e reorganizar a casa. O primeiro passo foi o redesenho da marca e da identidade visual.

A principal premissa levada em consideração pela Brainbox Design Estratégico, estúdio responsável pelo trabalho, foi criar uma marca que integrasse todas as especialidades da empresa em um conceito único. Como especialista em imagem, em todas as suas formas e possibilidades, o Estúdio Abruzzo precisava de uma marca que transmitisse objetividade, despojamento e, acima de tudo, simplicidade. Sem subdivisões ou extensões de nome.

A vírgula, escolhida como símbolo em destaque, traz este conceito, pois mostra o quanto é possível ir além quando o assunto é imagem e, mais do que isso, quando o assunto é Abruzzo. Este sinal, emprestado da Língua Portuguesa, significa continuidade e exprime a filosofia da empresa de trabalhar a fundo, até que a imagem ideal seja atingida.

“O objetivo era fortalecer ainda mais o nome Abruzzo no mercado local e expandir para o nacional. A nova marca procura não se sobrepujar aos serviços oferecidos, por isso, optamos por um visual despojado, mas imponente. Simplicidade, objetividade e força. A vírgula aparece como um novo símbolo para a marca, proporcionando a ideia de uma empresa que tem sempre algo a mais para oferecer, que surpreende nos detalhes”, comenta Zeh Henrique Rodrigues, da Brainbox Design Estratégico.

“No início, pensei que transformar as empresas Revolux e Abruzzo Fotografia em uma coisa só poderia confundir os clientes. Mas logo percebi que somos, naturalmente, um espaço único e integrado em busca de imagens sem limites.” — Carlos Portilho, Diretor de Computação Gráfica

“Como estou sempre em contato com os clientes, devo dizer o que já ouvi deles várias vezes: ‘a Abruzzo é muito maior do que eu imaginava’. A nova marca e o novo posicionamento da empresa refletem muito bem tudo isso.” — Oliveira, Diretor Comercial

“Eu vejo essas mudanças como um passo natural da empresa. Não vivemos mais em um momento de fotografia ou do 3D simplesmente e, sim, em uma era de imagens com conteúdo, com ideia. Nossa nova marca, a vírgula e todas essas novidades seguem por esse caminho.” — Deniz, Diretor de Fotografia

 

A nova marca valoriza o nome Abruzzo e transmite a essência verdadeira da empresa e da equipe: pensar junto com o cliente para atingir os melhores resultados, indo além do esperado e superando os limites da imaginação de todos.

 

Publicado em: Institucional
Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay